terça-feira, 30 de abril de 2019

Onde encontrar Macho Macho Original?


O creme macho macho original é um gel pomada que funciona como estimulante sexual masculino. É aprovado pela Anvisa e promete auxiliar, também, no aumento do tamanho do pênis e em sua espessura, de forma rápida e 100% natural.

O gel macho macho mostrou ser eficaz para aumentar o comprimento e espessura do pênis em homens de diversas idades.

Ele fornece vitaminas e micro elementos necessários, e ativa a produção natural dos hormônios masculinos, além de promover uma melhor e maior circulação do sangue nos genitais.

O Macho Macho funciona fácil e rapidamente e o efeito irá durar para sempre. Com uso do macho macho você consegue ver resultados já nas primeira semanas de uso.

Quais os benefícios do Creme Macho Macho?


Esse gel massageador funciona como um vasodilatador, aumentando tamanho e espessura peniana, proporcionando êxtase a sua companheira, pois aumenta. significativamente a duração da relação sexual.

Por ser 100% natural, não possui contra indicações ou efeitos colaterais, diferente de muitos outros produtos do gênero.
O macho macho creme vai auxiliar a combater todos os problemas sexuais masculinos, como impotência sexual e ejaculação precoce, por exemplo.


Como usar o creme macho macho de forma correta?


A aplicação do produto é extremamente fácil, basta aplicar o creme sob o pênis, de forma a massagear toda a sua extensão, o ideal é aplicar o creme com o pênis ereto, antes de iniciar as preliminares do sexo, normalmente após o banho.

O fabricante indica aplicar o gel em torno de 30 minutos antes da relação, pois assim na hora H, você estará em ponto de bala.


Quanto custa Macho Macho Original?


Uma das principais dúvidas a respeito do Creme Macho Macho é em relação ao seu preço, visto que um produto que oferece todos esses benefícios e não possui efeitos colaterais nem contra indicações deveria ser extremamente caro, contudo, esse produto tem um preço super acessível a todos.

No site oficial do fabricante existem diversos kits do produto, todos com excelente custo-benefício. Os valores dos kits estão no site oficial, o mais atrativo é o de R$ 397 reais, que pode ser parcelado em até 12 vezes, por 5 caixas do produto e de brinde mais 2 caixas.


Onde comprar Macho Macho?



Quem deseja comprar o Creme Macho Macho Original precisa prestar bastante atenção. Por ser um produto que promete muitos benefícios, é um grande alvo de falsificação. O produto é vendido única e exclusivamente pelo site oficial do fabricante.

O creme macho macho não é comercializado em sex shops, farmácias ou em lojas virtuais como Mercado Livre ou OLX

Caso você adquirá o produto de algum desses anunciantes, você corre o risco de comprar uma falsificação e estar colocando em risco sua saúde.

A falsificação do macho macho creme pode acarretar efeitos colaterais do tipo coceira, vermelhidão, e com isso gerar ou aumentar os problemas na cama.
Não se deixe enganar, Macho Macho original é somente no site do fabricante.

Além de ter certeza da procedência do produto que está adquirindo, você fará uma compra segura e com garantia comprovada.

segunda-feira, 1 de abril de 2019

O que é CadÚnico?


O cadastro único para programas sociais (CadÚnico) é um conjunto de dados e informações coletadas sobre as famílias brasileiras em estado de pobreza e extrema pobreza e que serão beneficiadas pelo governo na intenção de melhorar sua condição de vida.

O CadÚnico sistemaintegrado de segurança é operado pela caixa econômica federal e os dados cadastrados são utilizados pelo governo federal,  estadual e municipal, que através de diagnósticos socioeconômicos é capaz de auxiliar o poder público e a gestão de políticas voltadas para famílias de baixa renda.

Entenda o conceito de família

Família é a unidade nuclear formada por um ou mais indivíduos, incluindo as pessoas que contribuem para a formação da renda, ou que tenham suas necessidades atendidas por aquela unidade familiar.

Em resumo, família é um ou mais indivíduos que moram juntos, contribuem e/ou são beneficiados pela mesma renda.

Quem pode se inscrever no Cadastro Único

Famílias de baixa renda devem se cadastrar para participar dos programas sociais.

Para isso, é necessário que a renda seja:

  • Até meio salário mínimo por pessoa;
  • Ganhar o total de até 3 salários mínimos de renda mensal, ou seja, somando todas os componentes da família.

Famílias com renda superior podem ser cadastradas no CadÚnico, o cadastro ocorre apenas quando está vinculada à seleção ou ao acompanhamento de programas sociais implementados por quaisquer dos três entes da Federação (União, Estados e Municípios).

Programas e benefícios sociais para quem está no CadÚnico

Confira abaixo uma lista de programas e benefícios sociais que utilizam como base do cadastro único:


  • Passe livre para pessoas com deficiência;
  • Programa bolsa família;
  • Bolsa verde;
  • Programa de erradicação do trabalho infantil;
  • Telefone popular;
  • Fomento - Programa de fomento às atividades produtivas rurais;
  • Aposentadoria para pessoas de baixa renda;
  • Programa minha casa, minha vida;
  • Programa de cisternas;
  • Carteira do idoso;
  • Pro jovem adolescente;
  • Tarifa social de energia elétrica;
  • Isenção em taxas de concursos públicos;

O cadastro único também serve para programas sociais estaduais e municipais.

Como se cadastrar

A família que se enquadra nos requisitos pode se dirigir até o CRAS - Centro de referência social no município onde vive e se cadastrar.

É necessário que um membro da família seja o responsável pelo cadastro, tal pessoa precisa ter no mínimo 16 anos e preferencialmente ser uma mulher, embora não seja obrigatório.

O responsável deve levar seu título de eleitor e CPF, comprovante de endereço (conta de água ou energia) e apresentar pelo menos um documento de cada membro da família. Confira abaixo os documentos que são aceitos:

  • Certidão de nascimento;
  • Certidão de casamento;
  • Carteira de identidade;
  • Certidão administrativa de nascimento indígena (RANI);
  • Carteira de Trabalho; ou
  • Título eleitoral.

Através de um formulário preenchido pelo responsável da família, o agente operador do cadastro único atribui um número de identificação social (NIS) para cada componente da família cadastrada.

No formulário, é necessário responder as seguintes informações de forma verdadeira:


  • Composição familiar (número de pessoas e se existe alguém com deficiência);
  • Identificação e documentação de cada componente da família;
  • Qualificação escolar dos membros da família;
  • Qualificação profissional e situação mercado de trabalho;
  • Características do domicílio;
  • Remuneração;
  • Despesas familiares;     

Não esqueça de manter o cadastro atualizado, pois assim não haverá risco de ter nenhum benefício cortado.

sábado, 16 de fevereiro de 2019

Qualidade da distribuição de energia elétrica

Quando falta muita luz na sua casa, a distribuidora de energia elétrica é obrigada pela ANEEL a compensar financeiramente  você, consumidor.

Mas as regras que tratam da compensação devem ser aprimoradas em breve.

Hoje eu vou apresentar para vocês a proposta da agência para melhorar a regulação da qualidade do serviço de distribuição.

Antes de falar das mudanças que estamos propondo, é importante que você entenda como se mede a qualidade.

Quando a ANEEL se refere à qualidade do serviço de distribuição, ela se concentra em três aspectos que interferem na vida dos consumidores: a qualidade do produto, ou seja, se a energia que chega à sua casa está na tensão correta, sem falhas ou perturbações; a qualidade do serviço, ou seja, o controle das interrupções do fornecimento e do atendimento às ocorrências emergenciais; e a qualidade do atendimento ao consumidor.

Quando se fala da regulação da qualidade da distribuição de energia, existem algumas siglas que são importantes.

São dois os indicadores que demonstram a qualidade no fornecimento de energia elétrica em uma visão coletiva, uma visão de vários consumidores: o DEC, que significa Duração Equivalente de Interrupção por Unidade Consumidora.

Ele informa quanto tempo, em média, o consumidor ficou sem energia em sua casa ou no trabalho. E o FEC, ou seja, a Frequência Equivalente de Interrupção por Unidade Consumidora.

Nesse indicador, se mede quantas vezes faltou luz em um determinado período. A cada ano, a ANEEL define os limites máximos de DEC e FEC que cada distribuidora pode atingir.

Esses indicadores servem para medir o Desempenho Global das distribuidoras quanto à qualidade do serviço, assim, é possível comparar o desempenho de uma distribuidora em relação às demais.

Além do DEC e do FEC, existem os indicadores individuais, que apuram a qualidade do fornecimento em cada unidade consumidora.

São quatro indicadores individuais: DIC - Duração de Interrupção Individual por Unidade Consumidora. Informa por quanto tempo uma unidade consumidora ficou sem energia elétrica.

FIC - Frequência de Interrupção Individual por Unidade Consumidora. Indica o número de vezes que a energia foi interrompida em uma unidade consumidora.

DMIC - Duração Máxima de Interrupção Contínua por Unidade Consumidora.

É o tempo máximo de interrupção contínua de energia elétrica em uma unidade consumidora e o DICRI, que é a Duração da Interrupção Individual Ocorrida em Dia Crítico por Unidade Consumidora.

Ele corresponde ao tempo de cada interrupção ocorrida em dia crítico, para cada unidade consumidora.

Quando a quantidade de ocorrências emergenciais é muito elevada, esse dia é classificado como dia crítico.

Quando a distribuidora não cumpre o indicador individual, ela deve compensar financeiramente o consumidor.

A compensação é automática e deve ser paga, por meio de desconto na conta de luz. As distribuidoras devem informar esses valores à ANEEL em até três meses após a apuração do indicador. E a ANEEL fiscaliza essa informação.

A Audiência Pública propõe mudanças na metodologia dessas compensações e também na componente de qualidade das tarifas de energia.

Os principais pontos da proposta são: Mudar o foco das compensações, para que os consumidores que recebem serviços com pior qualidade possam ter um aumento no montante compensado.

Como é calculada a conta de luz


Alterar a base de cálculo das compensações, para simplificar as regras e retirar itens que a distribuidora não pode controlar; aprimorar a componente de qualidade das tarifas de energia;

Propor o uso dos indicadores internos de qualidade nas compensações, na componente de qualidade das tarifas e nos demais mecanismos de incentivo à melhoria do serviço. Você pode também aes eletropáulo 2 via.

Com a regulação da qualidade, temos mantido abaixo do limite regulatório a frequência de interrupções, o FEC. Nos últimos anos, também alcançamos a redução progressiva da duração das interrupções, o DEC.

Isso significa que, em média, a energia elétrica está disponível para os consumidores brasileiros em 99,85% do tempo ao longo do ano.

Com as regras atuais, os consumidores foram compensados em 2017 em cerca de R$ 500 milhões. Esse valor foi repassado diretamente nas contas de luz.

Apesar desses avanços, percebe-se que o DEC ainda não atingiu o limite em algumas partes do país. Ainda existem diferenças no nível de qualidade nas diversas áreas das distribuidoras.

E uma grande parte das compensações é paga aos consumidores que recebem uma maior qualidade do serviço. Além disso, há espaço para simplificações.

Com a revisão da norma de qualidade, a ANEEL pretende: Aumentar os valores compensados aos consumidores que percebem uma pior qualidade.

Ao mesmo tempo, incentivar as distribuidoras a direcionarem esforços para melhorar a qualidade desses consumidores de forma permanente.

Aumentar o incentivo para que, durante as ocorrências, as distribuidoras atuem com mais celeridade e mais eficácia no restabelecimento dos consumidores mais afetados;

Incentivar com mais clareza e intensidade a melhoria da qualidade média da área das distribuidoras, uma qualidade equivalente para todos os consumidores e o cumprimento do limite regulatório.

Responsabilizar as distribuidoras apenas por eventos que ocorram em sua área e que sejam influenciados pela sua atuação.

Essa proposta alinha o modelo brasileiro com as melhores práticas internacionais. E simplificar as regras para facilitar a compreensão das distribuidoras e o acompanhamento pelos consumidores.

A proposta não busca alterar o valor total pago pelas distribuidoras. Ela apenas direciona as compensações que seriam pagas aos consumidores com maior qualidade para aumentar o valor pago aos consumidores com pior qualidade.

A previsão é de que os consumidores que recebem um serviço com pior qualidade sejam compensados com valores até cinco vezes maiores, em média.

Com a proposta, o valor da tarifa de energia fica mais conectado à qualidade percebida pelo consumidor.

Se a distribuidora não atender o limite estabelecido pela ANEEL em toda sua área de concessão, a redução na tarifa será ainda mais intensa.

Por outro lado, se ela entregar uma qualidade superior à exigida pela ANEEL, ela terá direito ao um bônus na tarifa de energia.

Se a distribuidora entregar exatamente a qualidade definida pela ANEEL, não haverá alteração na tarifa.

Os dados mostram que o impacto das ocorrências externas é bem menor do que o das ocorrências internas.

As transmissoras já são incentivadas a entregarem uma alta qualidade às distribuidoras além disso, elas já são apenadas quando não cumprem os limites estabelecidos pela ANEEL.

A ANEEL preparou um documento com algumas alternativas para cada proposta de alteração das regras.

terça-feira, 5 de fevereiro de 2019

Ronco infantil como tratar?

Você mãe já percebeu se seu filho ronca enquanto dorme ou se ele respira somente pela boca?

Eu vim falar nesse artigo sobre a urgência de você levar o seu filho a um otorrino e a um ortodontista se ele apresentar um ou outro problema ou esses dois juntos, mas primeiro deixa eu me apresentar.

Eu sou Dra Carla dos Santos, odontopediatra e ortodontista e venho através desses artigos, dar alguma informações importantes sobre a saúde do seu filho, pra que você possa cuidar ainda melhor dele.

Por que é que a criança que respira só pela boca e o ronco, provavelmente, é decorrente disso ela deve ser levada a um otorrino o quanto antes e depois a um ortodontista?

Porque é nessa fase, nos primeiros anos de vida que ocorre o desenvolvimento, o crescimento dos ossos da face a maçã do rosto só se desenvolve bem se o ar passa pelo nariz, então a criança que respira só pela boca, provavelmente, tem uma obstrução da passagem de ar, um obstrução nasal e o que isso pode acarretar?

Existem alguns tratamentos indicados para pessoas que roncam, e eles servem inclusive para crianças que desde cedo já tem problema com isso.

Um deles é conhecido como Stop Ronco Funciona e pode te ajudar muito a solucionar esse tipo de problema de forma menos invasiva.

Além da falta de desenvolvimento da maçã do rosto, o nariz se desenvolve pouco, fica aquele nariz pequenininho, aberturas nasais também muito reduzidas, esteticamente isso não fica bem e existem até pesquisas que comprovam que a criança que respira pela boca somente possui um déficit de atenção na escola.

Existe a síndrome do respirador bucal, que é um conjunto de sinais que desfavorecem o bom desenvolvimento da criança, resumindo...

Se o seu filho ronca a noite, provavelmente, ele está respirando só pela boca!

Leve a um otorrino e ortodontista também poderá ajudá-lo, inclusive existem aparelhos ortodônticos e ortopédicos que ajudam a melhorar a passagem de ar pelo nariz para que a criança respire melhor.

Eu espero que você tenha gostado desse artigo de hoje e espero que te ajude de alguma forma.

Deixe seu comentário e se tiver uma pergunta quem sabe eu escrevo aqui um novo artigo só pra você. Tchau, tchau!

Onde encontrar Macho Macho Original?

O creme macho macho original é um gel pomada que funciona como estimulante sexual masculino. É aprovado pela Anvisa e promete auxilia...